PESQUISE AQUI O SEU NOVO QUERIDINHO

© 2023 por Capim Rosa Chá. 

Av. Otávio Mangabeira, 815 loja 24 - Salvador - BA - CEP: 41830 - 050

 insta: @lojacapimrosacha Tel: (71) 3248-9263

POR QUE USAR?

Da semente à prateleira, nós, incondicionalmente,  garantimos que os cosméticos orgânicos irão superar as suas expectativas nos cuidados de sua pele.

Ricos em óleos vegetais, óleos essenciais, manteigas, antioxidantes,  extratos e ativos naturais aliados a moderna tecnologia,  promovem vigor e  saúde para a pele e todo organismo por ser totalmente absorvido pois ajudam a combater o envelhecimento precoce e contribui com a longevidade saudável da pele.

São de baixa alergenicidade, ou seja, baixos riscos de provocar alergias, pois não contém produtos sintéticos, químicos ou outros agressivos á saúde.

Produtos de qualidade certificadas que não agridem a pele, mucosas e cabelos.

Promovem credibilidade e a máxima segurança ao consumidor  pela clareza na rotulagem para orientação.

Promovem o mínimo impacto possível ao meio ambiente, na produção, uso e descarte.

Todas as linhas, além de suas funções específicas são de tratamento, pois exploram e valorizam os princípios ativos da matéria prima que seguem rigoroso critério de seleção e alta tecnologia na transformação.

Suavidade, equilíbrio, pureza,  e eficácia dos princípios ativos de ingredientes naturais  levam o consumidor ao prazer e satisfação.

  • Preserva as qualidades originais das matérias primas, valorizando-as como ativos benéficos à saude.

  • Sua obtenção respeita o equilíbrio ecológico sem agredir espécies em risco e conservando as existentes.

  • Consumo consciente - apoiar empresas comprometidas com a preservação do meio ambiente e a estrutura do comércio justo. Você contribui para uma economia mais sustentável e um mundo melhor.

  • A valorização da harmonia entre o produto e a pele é um atributo mencionado pelo consumidor de cosméticos orgânicos.

POR QUE OS COSMÉTICOS ORGÂNICOS TÊM PREÇO DIFERENCIADO?

Quem compra cosméticos orgânicos está pagando por preservação ambiental, matéria prima de qualidade, pesquisa e alta tecnologia, produtos que não trazem danos para saúde, que respeitam o trabalhador, o meio ambiente e principalmente o consumidor.

Não é caro, é o preço justo.

O que faz um cosmético convencional ter preços tão acessíveis são muitos fatores, o primordial  são os ingredientes utilizados:

Derivados de petróleo (petrolato, óleo mineral, parafinas, silicones, dimeticone, simeticone, etc), surfactantes sintéticos (lauril sulfato de sódio, lauril sulfato de amônio, etc), etanolaminas (composto que levam DEA, MEA ou TEA no nome), corantes e conservantes sintéticos (BHT, Diazolidinyl urea, etc) - dentre outros – têm custo baixo e movem a indústria cosmética convencional.

Geralmente testado em animais e não se preocupa com os impactos ao meio ambiente e as responsabilidades sociais.

As empresas de cosméticos convencionais investem por volta de 80% em marketing, deixando a desejar em investimentos em pesquisas e desenvolvimento de produtos que façam sua função sem agredir a saúde e ainda auxiliar no real bem estar.

Mudança de atitude passa por conhecimento, é isto que a equipe Capim Rosa Chá acredita e trabalha, informação para conscientização e consequentemente mudança para o consumo consciente.

A mudança de hábito acontece gradativa, sem causar conflitos, apenas satisfação.

COMPROMISSO DOS INGREDIENTES

Os produtos são registrados pela Ecocert, uma das líderes mundiais na certificação de produtos ecológicos  e define:

  • Produzidos com no mínimo 95% de ingredientes de origem natural e no mínimo 10% de ingredientes provenientes de agricultura orgânica.

  • Preserva a qualidade original da matéria-prima.

  • Produzido dentro dos princípios da sustentabilidade, pois é ecologicamente correto e socialmente justo, seus resíduos não prejudicam a natureza e o processo produtivo preocupa-se com as comunidades envolvidas.

  • Assegura alta qualidade e rotulagem clara para a orientação dos consumidores.

  • É vedado o uso de produtos geneticamente modificados ou irradiados.

  • Não tem teste em animal

  • Não pode usar uma lista vasta de ingredientes sintéticos como parafina, parabeno, silicone, chumbo alumínio, sulfatos, perfume sintético, triclosan, formaldeídos  etc.

O selo Vegan, em algumas linhas , indica que o produto não utiliza matéria animal e não realiza testes com os mesmos, sendo registrada na lista positiva da PETA – a maior organização de proteção de direito dos animais do mundo.

Para receber o certificado, o produto deve estar inserido dentro de normas rígidas de controle, como pureza e segurança, sustentabilidade, eficácia e respeito aos seres humanos e aos animais

Por isso, órgãos particulares, especializados em inspecionar produtos ditos orgânicos ou naturais, estabelecem quais normas precisam ser seguidas para serem definidos dessa maneira. Para o IBD (Instituto Biodinâmico), principal certificador privado brasileiro, um cosmético natural precisa ter 5% de sua fórmula composta por ingredientes orgânicos. Os 95% restantes podem ser ingredientes naturais, como óleo de coco, manteiga de cacau, argila, aloe vera, extrato de camomila e diversos outros.

PODEM FAZER PARTES DOS PRODUTOS CONVENCIONAIS

  • ingredientes transgênicos ou irradiados,  lauril sulfato de sódio,  ingredientes derivados do setor petroquímicos como parabeno,  petrolatum, óleo mineral, vaselina líquida, parafinas, silicone. Polietilenoglicóis (PEGs), corantes e fragrâncias artificiais,  triclosan, metais pesados e outros em excesso, entre outras substancias sintéticas. 

  • Todas substâncias  possíveis causadores de processos alérgicos, doenças auto imunes, degenerativas, neurológicas, nutricionais, dermatológicas, carcinogênicas, má formação fetal, desruptores hormonais, afetam negativamente o sistema endócrino, promove o  envelhecimento precoce, entre outros danos à saúde.

  • Testes em batons e cosméticos faciais revelaram: benzofenona-3 (BP3); homosalato; 4-metil-benzilideno-cânfora (4-MBC); octil-metoxicinamato e octil-dimetil-PABA – estes comportam-se como estrogênios fortes estimulando as células cancerígenas a crescerem mais rapidamente.

  • Há inúmeros estudos científicos ligando a exposição a toxinas químicas ao aumento da infertilidade, problemas hormonais, câncer e outras doenças.

  • Atualmente podemos afirmar que os cosméticos convencionais são uma das principais fontes de contaminação por toxinas a que as pessoas se submetem, dia após dia.

  •  A maior parte dos produtos de beleza, possuem substâncias químicas que rompem o balanço hormonal e afetam negativamente o sistema endócrino. 

  • Estas substâncias recebem o nome de disruptores endócrinos, disruptores ambientais ou xenohormônios. O radical “xeno” quer dizer “estranho". Elas podem se acumular no organismo, levando ao desequilíbrio hormonal. 

0